Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2012

Depois de termos dialogado sobre as histórias ouvidas na "Hora do Conto", fizemos desenhos sobre aquilo que mais gostamos. Vejam alguns. Que lindos!

 

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 19:31


As alunas do curso de Técnicos e apoio à infância convidaram as turmas do 1º ano a assistirem à "Hora do Conto". O entusiasmo foi enorme e a apresentação ótima. Gostamos muito e também aprendemos.

 

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 19:19

Sexta-feira, 27 de Janeiro de 2012

 

Assembleia da turma três b

Ata número dezasseis

Aos vinte e sete dias do mês de janeiro de dois mil e doze, pelas nove hora e quinze minutos, reuniu a assembleia da turma três b, da escola EB um do Pinheiral na sala de aula, com a presença de todos os alunos e do professor com a seguinte ordem de trabalhos:

1- Comportamento dos alunos;

2- Outros assuntos.

A presidente iniciou a reunião com uma conversa sobre o comportamento dos alunos. O Gabriel queixou-se que o José M. lhe deu pontapés nas costas. A Leonor e a Ana L. disseram que o José M. lhes puxou os cabelos. A Cristininha comentou que o Leonardo se tem portado melhor, obedecendo às ordens dos adultos. A Maria disse que o Leonardo, apesar de ter melhorado, ainda fez um disparate, tirou a cadeira à Cláudia na cantina e ela caiu. A Sara acha que a Ana L. se tem esforçado a fazer os trabalhos e a Cláudia também acha que ela em evoluído na matemática. A Catarina elogiou a Maria e a Cláudia pela sua participação nas aulas. A presidente disse que os alunos Ana Raquel e Fábio foram os que tiveram melhor comportamento esta semana.

Logo em seguida fizemos um sorteio, e os sortudos foram os seguintes: o Vítor ganhou uma borracha, a Catarina escolheu uma caixa de marcadores, o Gabriel teve uma caneta vermelha e a Maria uma caneta azul.

Nada mais havendo a tratar, foi encerrada a reunião da qual se lavrou a presente ata que vai ser assinada pela presidente e pelas secretarias.

 

A presidente                                               As secretárias

 

___________________                 _____________________________

(Maria Marques)                                        (Ricardo e Raquel)

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 20:10


Ata número sete
Aos vinte e sete dias do mês de janeiro pelas treze horas e trinta
minutos reuniu a assembleia de turma do terceiro A com a seguinte
ordem de trabalhos:
1-Comportamento;
2- lanche saudável;
3- atividades de Enriquecimento Curricular;
4- trabalhos de casa.
Quanto ao ponto um, comportamento, os meninos na sala de aula está
mais calmo, no entanto, por vezes é necessário mudar alguns meninos de
lugar, mas como a sala é tão pequena, esta tarefa torna-se um pouco
impossível, pois por mais que a professora os mude parece que continua
tudo na mesma. Contudo todos estão de parabéns quanto ao comportamento
na sala. No recreio há meninos que continuam a portar-se menos bem. A
Beatriz Marques informou que o Gonçalo e o Rúben vão para trás dos
pavilhões, estes meninos sabem que não podem ir e desobedecem muitas
vezes. A Cláudia e a Ana Raquel do professor Aquilino acusaram o
Gonçalo de lhes bater. O Gonçalo pediu desculpa e prometeu que não
volta a fazer.
No ponto dois, lanche saudável, a turma decidiu que, pelo menos uma
vez por semana trazer lanche saudável, esse dia é à sexta-feira. No
entanto temos vindo a verificar que nem todos cumprem o que foi
decidido. Esperamos que estes meninos mudem de atitude.
No que se refere ao ponto três, Aec's, toda a turma está insatisfeita
com a atitude do aluno André, que se tem portado mal na aula de
Inglês. Este aluno prometeu portar-se bem.
Quanto ao último ponto, trabalhos de casa, todos os Encarregados de
Educação pediram para a professora marcar mais trabalhos de casa. A
professora achou por bem fazê-lo, no entanto tem verificado que nem
todos fazem os trabalhos. A professora espera que esta situação mude.
Nada mais havendo tratar, escrevemos esta ata e fomos trabalhar.

A presidente: Conceição Silva
Secretária: Turma 3ºA
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 19:18


Há muitos anos atrás, vivia na Citânia de Briteiros uma moura chamada Lalu.


Ela tinha os cabelos lisos e compridos, os olhos eram de cor azul, ela era magra, alta, morena e forte. A Lalu era muito bonita. A Lalu tinha um irmão
chamado Bulau. O Bulau tinha cabelos curtos e castanhos, era alto e magro, tinha uns olhos verdes, era moreno e forte.       

Os dois irmãos viviam sozinhos na Citânia de Briteiros, numa casa redonda feita de pedra e o telhado era feito de palha. Lá, na Citânia de Briteiros, havia um monte muito alto cheio de enormes pedras partidas.

 

Numa linda manhã de verão, a moura Lalu decidiu contar ao seu irmão a ideia que teve durante a noite. A ideia era acabar com a guerra por causa de um tesouro escondido que existia na povoação das Taipas. Esse tesouro tinha lá dentro moedas de ouro, jóias de prata e medalhas de bronze. Para acabar com a guerra decidiu colocar um penedo gigante em cima do local onde estava o tesouro.

 

Ia para as Caldas das Taipas pelo túnel que existia
entre as duas aldeias. O túnel era grande, alto e comprido. A entrada do túnel era na Citânia de Briteiros e a saída era nas Taipas, mesmo no sítio onde
estava o tesouro. Ela foi buscar o penedo ao monte mais alto da Citânia de Briteiros, escolheu o maior de todos.

 

 


A moura Lalu entrou pelo túnel com o penedo gigante às costas. A meio do caminho, a Lalu encontrou dois ladrões que queriam impedir que ela tapasse o tesouro. Os ladrões estavam armados com espadas e tiraram-lhe o penedo. O irmão da Lalu tapou a entrada do túnel do lado da Citânia de Briteiros para os ladrões não passarem. Os ladrões voltaram para trás e foram pelo outro lado. A Lalu esperava-os. Tirou o penedo das mãos dos ladrões e, como ela era muito esperta, também tapou este lado do túnel. Os dois homens ficaram lá presos para sempre e o tesouro ficou tapado pelo penedo gigante. Nunca mais houve lutas nesta terra. 

 

 

Ainda hoje há quem encoste o ouvido ao penedo para tentar ouvir alguma
coisa…

 

Turma

3B, EB1 do Pinheiral

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 14:10

Quinta-feira, 26 de Janeiro de 2012

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:34


Figuras da história das Taipas

 

O senhor Rosas Guimarães doou os terrenos que deram origem à avenida que dá para o parque. Para o homenagear deram o seu nome à avenida do parque e fizeram-lhe um busto.

 

O padre Manuel Joaquim de Sousa foi o reitor da paróquia de Caldelas de 1947 até 1991. Fizeram-lhe um busto e deram o seu nome a uma instituição.

 

O professor Manuel José Pereira lecionou na Escola primária do Pinheiral durante muitos anos. Atribuíram o seu nome a uma rua das Caldas das Taipas.

 

O Conde de Agrolongo pagou a construção da igreja nova das Taipas. Escolheram o seu nome para o largo em frente à igreja.

 

O importante escritor Ferreira de Castro gostava de passar férias nas Taipas e faz referência à vila num dos seus livros. Fizeram um busto que está junto aos jardins da avenida da República.

  

Vestígios do passado local

 

A fonte do D. João IV situada no largo do hotel Villas, foi construída em 1818 em homenagem às conquistas do Rei de Portugal Dom João IV.

 

A ponte velha (pontilhão) foi construída há séculos para ligar as Taipas a São João. Antes de existir esta ponte as pessoas tinham de passar o rio de barco.

A Praça do antigo mercado foi construída em 1905, localizada no topo da Alameda Rosas Guimarães, foi durante muitos anos o mercado das Taipas.

 

O Hotel das termas foi construído para dar apoio aos termalistas. Está localizado ao lado do edifício termal.

 

A Igreja Matriz foi inaugurada a 11 de abril de 1915 pelo Conde de Agrolongo.

 

A Pensão Vilas é um edifício de sóbria traça neoclássica oitocentista, serviu de abrigo aos turistas para umas férias calmas. Hoje encontra-se ao abandono à mercê do vandalismo.

 

A Citânia de Briteiros é um sítio arqueológico situado no monte de São Romão na freguesia de São Salvador de Briteiros.

 

A Ara de Trajano nas Taipas é monumento nacional há 100 anos. Também há quem lhe chame Ara de Nerva ou Penedo da Moura.

 

A Fonte do Leão fica situada nas Termas. A água era bebida pelas pessoas que vinham fazer os seus tratamentos nas Termas. Atualmente encontra-se imprópria para consumo.

 

 

O Pelourinho situa-se junto à Ponte Velha. Antigamente era um ponto de encontro dos povos nas festas populares.

 

O edifício dos Banhos Velhos encontra-se, junto à Pensão Vilas. Há vestígios do aproveitamento das águas termais pelos romanos. Em 1939 foi remodelado com a ajuda do Estado. Esteve várias décadas em ruinas. Recentemente foi recuperado sendo um novo espaço museológico.

 

A Igreja Velha foi construída no século XVII e localiza-se nas Caldas das Taipas.

 

Pesquisa feita pelos alunos do 3º ano da turma do prof. Aquilino

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 00:03

Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:18


DSC04195.JPG

DSC04196.JPG

DSC04197.JPG

DSC04198.JPG

DSC04199.JPG

Desenhos que os alunos do 2º ano turma D(4) da professora Ana Maria fizeram, a propósito da exploração da história "Todos no Sofá" de Luísa Ducla Soares.

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 22:41

Sexta-feira, 20 de Janeiro de 2012

P010111_14.54.jpg "Os alunos do 1º Ciclo que se encontram a frequentar, provisoriamente, as instalações da Escola Secundária das Taipas, só deverão regressar ao seu espaço educativo no reinicio do próximo ano lectivo.

 

A Câmara Municipal de Guimarães já informou a Direcção do Agrupamento de Escolas das Taipas e os representantes dos pais dos alunos da EB1 do Pinheiral que os referidos alunos, que frequentam provisoriamente, desde Janeiro de 2011, a Escola Secundária das Taipas, só começarão a ter aulas no novo Centro Escolar, em Setembro do corrente ano.

 

Ou seja, antes do início do próximo ano lectivo, é pouco provável que as obras de conversão da EB1 do Pinheiral num novo Centro Escolar, fiquem concluídas. Domingos Bragança, vice-presidente da Câmara Municipal de Guimarães, confirmou isso mesmo ao Reflexo. "As dificuldades por que passa a empresa a quem foi adjudicada a obra está a criar algum impasse no que diz respeito a cumprimento de prazos o que nos leva mesmo a avaliar a possibilidade de abrir novo concurso. Já chamámos os representantes do Agrupamento e dos alunos a quem demos a conhecer a situação. Estamos certos que estarão reunidas as condições para que, no início do próximo ano lectivo, as crianças do Pinheiral já possam ter aulas no seu novo espaço".

 

Relembre-se que a intervenção de reconversão da EB 1 do Pinheiral num novo Centro Escolar se iniciou a 17 de Janeiro de 2011, com um prazo de execução de 300 dias. A 27 de Outubro passado, o executivo municipal, aprovou a prorrogação desse prazo por mais 70 dias, por proposta apresentada pelo Departamento de Obras Municipais.

 

Sabe-se agora que o novo espaço escolar apenas estará concluído em Setembro de 2012. Até lá, os alunos do 1º Ciclo da Escola do Pinheiral, continuarão a ter as suas aulas nas instalações cedidas pela Escola Secundária local."

 

Texto publicado no jornal Reflexo em 20 de janeiro de 2012.

 

 

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 22:24

Terça-feira, 17 de Janeiro de 2012

ET serafim.jpg


A Francisca do 3ºA recomenda a todos os meninos e meninas para lerem a
história do E.T. Serafim e os Jogos em Pequim de Lúcia Vaz Pedro.
Orlim está em perigo. O malvado Borque escravizou os pequenos orlins e
ameaça poluir todo o planeta. É preciso fazer...
O melhor será mesmo lerem a história.
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 22:38


DSC04156.JPG

DSC04161.JPG

DSC04167.JPG

DSC04171.JPG

DSC04173.JPG

DSC04175.JPG

DSC04179.JPG

DSC04174.JPG


No âmbito do PAA e do projecto Educação para a saúde/sexualidade, as enfermeiras do centro de saúde estão a fazer acções de sensibilização sobre higiene e segurança do corpo às turmas dos 2ºs anos.

Esta foi a ação  desenvolvida na turma D(4) da professora Ana Maria.
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 22:30

Segunda-feira, 16 de Janeiro de 2012

O livro que vou apresentar chama-se “Contos para adormecer em 5 minutos”.

A editora é a Girassol, os ilustradores são a M. Grez e o E. Trujillo e tem 3 autores, eu vou dizer quem são os autores: o primeiro autor chama-se Hans Christian Andersen, o segundo autor chama-se Charles Perrault e os terceiros são os irmãos Grimm.

Este livro tem 8 histórias, que são as seguintes:

-Polgarzinha

-O sino

-A rainha das neves

-Tranças de ouro

-A rainha das abelhas

-Pele de burro

-A filha da moleira

-O génio da garrafa.

Vou ler a história que gostei mais que é A rainha das abelhas.

 

"Certa vez, dois filhos de rei saíram em busca de aventuras e se entregaram a uma vida tão desregrada e dissoluta que nem se lembravam de voltar para casa. O mais moço, que era chamado de Bobo, saiu à procura de seus irmãos; quando finalmente os achou, só ouviu caçoadas, porque, sendo tão ingénuo, pensava em vencer na vida, enquanto eles, muito mais espertos, não tinham conseguido.


Os três puseram-se a caminho juntos e chegaram a um formigueiro. Os dois mais velhos quiseram remexer nele para ver as formigas fugirem alvoroçadas carregando os próprios ovos, mas o Bobo lhes disse:

- Deixem os bichinhos em paz, eu não suporto que vocês lhes façam mal.

Então eles continuaram andando e chegaram a um lago onde nadavam muitos, muitos patos. Os dois irmãos queriam pegar alguns para assar, mas o Bobo não consentiu e disse:

- Deixem os bichinhos em paz, eu não suporto que eles sejam mortos.
Por fim, chegaram a uma colméia, onde havia tanto mel que escorria pelo tronco da árvore. Os dois quiseram acender fogo embaixo para sufocar as abelhas e poder tirar o mel. O Bobo tornou a impedir, dizendo:

- Deixem os bichinhos em paz, eu não suporto que eles sejam queimados.

Afinal, os três irmãos chegaram a um castelo. Nas cavalariças havia cavalos de pedra, e não aparecia pessoa alguma. Eles passaram por todas as salas até que, no fim, encontraram uma porta com três fechaduras. No meio da porta havia, porém, um buraquinho por onde se podia espiar o aposento. Viram lá dentro um homenzinho grisalho, sentado diante de uma mesa. Eles o chamaram uma, duas vezes, mas o homenzinho não ouviu. Quando o chamaram pela terceira vez, ele se levantou, abriu as fechaduras e saiu. Não disse uma palavra, mas os levou a uma mesa ricamente preparada. Tendo os três comido e bebido, ele conduziu cada um a seu quarto de dormir.

Na manhã seguinte, o homenzinho grisalho chegou-se para o mais velho, acenou chamando-o e o guiou até uma placa, onde estavam escritas três tarefas que poderiam desencantar o castelo. A primeira dizia que no bosque, debaixo do musgo, estavam as pérolas da filha do rei, em número de mil, que precisariam ser catadas; e, ao pôr-do-sol, se ainda faltasse só uma, a pessoa que as procurava se transformaria em pedra. O mais velho foi e procurou o dia inteiro. Como, porém, o dia chegou ao fim e ele tinha achado só cem pérolas, aconteceu o que estava escrito na placa, e ele se transformou em pedra.

 

No outro dia, o segundo irmão assumiu a tarefa, mas não se saiu melhor que o mais velho, pois só achou duzentas pérolas e ficou transformado em pedra.

 

Por fim chegou a vez do Bobo, que procurou no musgo; mas era tão difícil encontrar as pérolas e demorava tanto, que ele se sentou numa pedra e chorou. Nisto, apareceu o rei das formigas, cuja vida ele salvara. Vinha acompanhado de cinco mil formigas. Não demorou muito, e os bichinhos acharam todas as pérolas e as amontoaram ali.

 

Mas a segunda tarefa era ir pegar, no fundo do lago, a chave do quarto da filha do rei. Quando o Bobo chegou ao lago, vieram nadando os patos que ele uma vez salvara, mergulharam e pegaram a chave lá no fundo.

 

A terceira tarefa era a mais difícil, pois das três filhas de rei que estavam dormindo ele devia escolher a melhor. Elas eram, porém, completamente iguais, não tendo nada que as distinguisse uma da outra, a não ser por terem comido, antes de dormir, três doces diferentes: a mais velha, um torrão de açúcar; a segunda, um pouco de melado; a mais moça, uma colherada de mel. Então chegou a rainha das abelhas, que o Bobo havia protegido do fogo, e foi provando da boca de todas três; por fim ficou pousada na boca da que havia comido mel, e assim o Bobo reconheceu qual era a filha de rei certa.

 

Com isso, o feitiço se desfez, tudo no castelo despertou daquele sono, e quem tinha virado pedra retomou sua forma. O Bobo se casou com a mais jovem e melhor filha do rei e, depois que o pai dela morreu, ele ficou sendo o rei; seus irmãos, porém, casaram-se com as outras duas irmãs."

Eu gostei muito deste livro, porque as histórias são muito giras, também por causa se serem histórias de encantar.

 

Maria Marques 3B

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 19:28


Assembleia da turma três b

Ata número catorze

 

Aos treze dias do mês de janeiro de dois mil e doze, pelas nove horas e quarenta minutos reuniu a assembleia da turma três b, da escola EB um do pinheiral, na sala de aula, com a presença de todos os alunos, à exceção da Ana Raquel, com a seguinte ordem de trabalhos:

Ponto único – T.P.C.

A presidente iniciou a reunião pedindo aos alunos que dessem as suas opiniões sobre o T.P.C.

O Leonardo disse que os trabalhos de casa são importantes e por isso podiam ser mais. O Ricardo comentou que às vezes são um bocado difíceis mas tem de ser assim para se aprender. A Maria acha que não se deviam marcar T.P.C. às terças por causa da catequese. A Catarina não quer trabalhos ao fim de semana. A Sara não quer à terça por causa da catequese e à sexta porque vai dormir à casa da avó. A Catarina disse que à quinta tem piscina. A Cláudia tem música à segunda, quarta e quinta. A Leonor não quer trabalhos às quintas porque vai à casa da avó. O José Pedro tem futebol à quarta-feira. Neste dia a Maria tem aulas de equitação.

Como os alunos têm atividades depois da escola, a Cláudia propôs que os T.P.C. só fossem nas férias. O Ricardo propôs trabalhos apenas à sexta-feira. Fizemos uma votação e teve o seguinte resultado: Cláudia vinte votos e Ricardo um voto. O professor não concordou com estas ideias e decidiu marcar os T.P.C. às segundas e às quintas, dando quatro dias de tolerância.

De acordo com os registos do professor, desde setembro, a Ana L. não fez os deveres seis vezes, a Sara uma vez, a Rebeca uma, a Raquel Sofia duas, o Leandro duas, a Cláudia duas, o Gabriel cinco, o Fábio três, o Vítor seis e o José P. seis.

Nada mais havendo a tratar, escrevemos esta ata para aos nossos pais mostrar.

 

A presidente                                                            As secretárias

 

___________________                  _____________________________

(Maria Marques)                                    (Raquel Sofia e Beatriz)

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 19:00

Sábado, 14 de Janeiro de 2012

Antigamente, existia um rei chamado Ricardo Coração de Leão. Ele era o rei da Inglaterra. Nesse dia estava a chover e estavam no ano 1512 de janeiro no dia 22. O rei estava no seu castelo. De repente, ele lembrou-se e disse:

- Cavaleiros nós hoje vamos procurar um tesouro e para o encontrar vamos a França à cidade de Paris.

Durante muitas horas viajaram até que chegaram. Estavam lá cavaleiros de França, mas Ricardo foi por um sítio que ninguém ia. E Ricardo e os cavaleiros ouviram um barulho estranho e foram mais perto do barulho. Lá estava um gigante a destruir a cidade e disse Ricardo:

-Rápido, ali está o tesouro, o gigante está com ele.

-Rei, temos que agir rápido, ele está a ficar nervoso. - Responderam os cavaleiros.

- Pois está. - Disse o rei

Esperaram algum tempo até que o rei gritou:

-Atacar!!!!

O gigante também atacou. Alguns cavaleiros morreram mas não desistiram até que lançaram uma corda para cima do gigante e ele caiu mas ele tinha muita força e levantou-se. O gigante atirou uma flecha para o coração do rei Ricardo e desmaiou. Apareceu uma nave especial que veio do espaço, saíram extraterrestres e ajudaram os cavaleiros e o rei. Os extraterrestres com as suas pistolas mataram o gigante.

No dia seguinte o rei acordou no seu castelo e foram felizes para sempre.

 

Fábio e Ricardo

turma 3b

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 00:40


Era uma vez um jovem cavaleiro que vivia num castelo perto da floresta. Ele chamava–se João valentão.

Certo dia, quando passeava pela floresta, descobriu uma espada enterrada no chão coberta de folhas. O cavaleiro pegou na espada e foi ao labirinto à procura do dragão para combater com ele.

O cavaleiro lutou com o dragão, mas como estava em perigo, pediu ajuda e apareceu um bombeiro que apagou o fogo do dragão. O cavaleiro ficou muito feliz porque venceram o dragão.

E agora… vamos embora que está na hora de acabar a história.

 

Vítor, Zé Manuel e João Antunes

turma 3b

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 00:29

Sexta-feira, 13 de Janeiro de 2012

No tempo em que as bruxas andavam de vassoura, havia uma menina chamada Barbie e um cavaleiro chamado Tood. O Tood tinha cabelo castanho e curto, os olhos eram de cor azul, era alto e magro e tinha um cavalo chamado Trovão. O Trovão era preto, a sua crina e o seu rabo eram vermelhos. A Barbie tinha uns cabelos loiros, os olhos eram verdes era morena, alta e magra e muito bondosa.

                             

A Barbie como era muito amiga do ambiente dicidiu dar um passeio pelo bosque, a Barbie sentiu-se perdida, então olhou para a sua volta e viu no meio de uma clareira uma casa abandonada. A Barbie, muito curiosa, entrou na casa, para descobrir a receita da felicidade. Mas em vez de isso encontrou um postal muito velho e abriu-o e descobriu uma pista que dizia “Se a receita da felicidade quiseres encontrar, ao planeta do amor terás de viajar”.

Assim o fez, foi ao planeta do amor, onde encontrou um jovem cavaleiro, foi amor à primeira vista. O Tood perguntou à Barbie:

-Como te chamas?

-Eu chamo-me Barbie. E tu?

-Chamo-me Tood. O que andas aqui a fazer?

-Vinha à procura da receita da felicidade.

-Também eu!

-Hááááá-gritou a Barbie quando viu uma serpente.

A serpente falou:

-Shhhhh, eu sou a serpente escorregadia, shhhhh.

De repente, apareceu um duende que exclamou:

-Olá, eu sou o duende Travessura! Não se preocupem que eu mato-a com a minha pistola de gelatina.


A Barbie e o Tood disseram:

-Podes-nos levar à receita da felicidade?

-Claro, amiguinhos!

Viram uma luz radiante. A Barbie e o Tood, ficaram fascinados com os corações brilhantes que dicidiram comer um.

Acabou-se o que era doce.


Maria, Camila, Rebeca e Raquel

Turma 3B

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:58

Terça-feira, 10 de Janeiro de 2012

O Passatempo "Mola Mágica", promovido pelo Espaço Guimarães, reflectiu
a dedicação de todos os alunos e professores, das escolas envolvidas,
na criação de trabalhos muito originais que em muito contribuíram para
a disseminação da mensagem desta campanha solidária.

O projecto "O Maior Estendal do Mundo", desenvolvido pela Multi Mall
Management Portugal, empresa gestora do Espaço Guimarães, entrou no
Guinness Book of Records como a maior doação de roupa a uma
instituição, tendo reunido mais de 100.000 peças de roupa em apenas 6
semanas, que permitirão ajudar milhares de famílias carenciadas.

Neste âmbito, foi lançado o desafio, às escolas do Concelho de
Guimarães, de decorar o elemento representativo desta campanha - A
Mola, permitindo que todos "se pendurassem nesta ideia" e
contribuíssem para o Maior Estendal do Mundo.

De 6 de Dezembro a 6 de Janeiro decorreu a exposição das 18 molas no
Espaço Guimarães que permitiam aos visitantes votar na sua mola
favorita, através de peças de roupa.

Tendo terminado esta votação no dia 6 de Janeiro de 2012, a escola
vencedora foi a Escola Básica de Salgueiral, do Agrupamento de Escolas
D.Afonso Henriques, com 685 peças de roupa angariadas.

Estes alunos terão como prémio uma visita, com transporte e entrada
incluída, ao Sea Life no Porto.
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:31

Sexta-feira, 06 de Janeiro de 2012

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 11:19

Terça-feira, 03 de Janeiro de 2012

Exmo.(a) Sr.(a)
Encarregado de educação

Informo que no dia 11 de janeiro, pelas 18h 30, haverá uma reunião no
multiusos da Escola Secundária das Taipas; nesta reunião serão
entregues as fichas de informação aos encarregados de educação e serão
dadas outras informações sobre o funcionamento da escola.
O coordenador
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 10:56


contador 2
Free counter and web stats
Morada da escola

eb1dopinheiral@gmail.com

-

Escola do Pinheiral

Rua da Banda de Música

4805-091 Caldas das Taipas

-

-

-

-

-

Penedo da Moura

 -

-

-

-

 

Seguranet


 

Janeiro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
11
12

15
18
19
21

22
23
24
28

29
31


Últ. comentários
Que lindo que ficou !! devia de estar uma delicia ...
eo melhor poema que eu ja pesquisei parabens
Do Pai NatalOlá Catarina :)Parabéns ! Continua ass...
Está muito bonito!!! Tem criatividade a Margarida!...
Excelente projecto. Como diz o ditado " Mais vale ...
Olá, Leonor!Hoje ainda não te posso dar informaçõe...
POSSO SABER QUANDO É A APRESENTAÇÃO DOS ALUNOS DO ...
Posso saber quando é a apresentação dos meninos do...
Parabéns!!!! Participar em iniciativas diferentes ...
que giro o nosso setor de HGP a ensinar aos aluno...
Parabéns Filipa e Pedro aposto que leram muito bem...
Eu estive presente e foi realmente muito bonito!!!...
Que chique, com os seus alunos prontos a jogar fut...
Boa noite. A apresentação da peça de teatro será f...
Bela iniciativa esta de divulgação, bem como a da ...
Concordo com os seus alunos Professor Aquilino, é ...
5x6=306x7=427x8=568x9=72Francisca Silva 4J
professor Aquilino o vaso ficou um espectáculo, se...
Professor Aquilino o vaso ficou um espectáculo, se...
5x6=306x7=427x8=568x9=72
pesquisar
 
Visitantes
Locations of visitors to this page