Terça-feira, 30 de Março de 2010


publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:25

Terça-feira, 23 de Março de 2010

DSC03419.JPG

DSC03421.JPG

pascoa.png


Esta semana é a "Semana da leitura" na nossa escola.
Hoje o pai e a mãe da Camila foram à sala da turma 1B contar uma
história, intitulada "A lenda dos ovos da Páscoa".
A Camila também ajudou a contar a história e leu muito bem.
Ela estava muito feliz porque era o seu aniversário. Parabéns Camila.
No fim os alunos ainda receberam um ovo de Páscoa... que sorte!
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 22:27


DSC03415.JPG

No dia 16 de Março o pai da Catarina foi à sala dos alunos do 1B contar a história "A valentia da Ritinha". A Catarina ajudou-o a contar a história. Ambos estiveram muito bem. Todos os alunos gostaram da história e também das amêndoas que eles ofereceram aos alunos.

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 21:54


Querido papá
És meu amigo
És muito forte
Estás sempre comigo.


Dás me carinho
Ajudas -me a crescer
Fazes-me cóceguinhas
Até adormecer


Contas-me histórias
Bem divertidas
Aprendo com elas
Não ficam esquecidas.


Ao anoitecer
Aconchegas-me com abraços
Muitos beijinhos
E ficamos quentinhos.


Quando me pegas ao colo
Sinto-me maior
Fico sem medo
Pois estou melhor


És o melhor pai
Crias-me com amor
Contigo sinto-me seguro
Agradeço o teu favor


Trabalho colectivo
3º ano Turma E5
Professora Conceição Oliveira
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 10:01

Sexta-feira, 19 de Março de 2010

pai.jpg


O Meu Pai
O meu pai é muito meu amigo. (Júlia)
Eu amo muito o meu pai. (Francisca)
Eu gosto muito do meu pai. (Bárbara Leonisa)
O meu pai dá-me carinho. (João Silva)
O meu pai é o melhor de todos. (Gonçalo)
O meu pai é meu amigo. (Ana Isabel)
O meu pai brinca comigo. (Miriam)
O meu pai dá-me o que preciso. (Beatriz Mendes)
Eu amo o meu pai. (Bárbara. Sofia)
O meu pai faz tudo por mim. (Diogo Mendes)
O meu pai é muito amigo. (Beatriz Marques)
O meu pai é muito querido. (Carolina)
O meu pai dá-me muito carinho. (Catarina)
O meu pai é amigo. (Soraia)
O meu pai dá-me brinquedos. (Rúben)
O gosto muito do meu pai. (Ricardo)
O meu pai é meu amigo. (João Francisco)
O meu pai é fofinho. (Diogo José)
O meu pai dá-me carinho. (João Nuno)
O meu pai é amigo. (André)
O meu pai é amigo. (Beatriz Ribeiro)

1º ano -A
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 21:54

Quinta-feira, 18 de Março de 2010

A árvore dá frutos.
Para nós comermos.
A árvore é um ser vivo.
Que dá oxigénio para vivermos.

A árvore é um amigo.
Porque nos dá sombra no Verão.
Dá-nos o papel para os livros.
Que nos ajudam na lição.

Trabalho colectivo do 2º ano
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 21:51


Era uma vez uma menina chamada Ritinha, ela sabia de cor as suas
doenças, todas acabavam em ite. As doenças eram: otite, sinusite,
faringite e laringite. A Ritinha acordava todas as noites, atingia os
42 graus de febre. A mãe disse à Ritinha que ia fazer um quarto para
ela. Quando o quarto ficou pronto a Ritinha, nessa noite, quis logo ir
para lá. Durante a noite a sua boneca foi ter com ela e disse:
- Vem comigo, quero mostrar - te uma coisa.
Depois saíram pela janela a voar. A Ritinha perguntou:
- Explica - me melhor essa história.
- O Gonçalo está preso no palácio do Buçaco pelo Barba Rocha. - Disse
a Conchita.
Começaram a voar o mais depressa possível. Aterraram em cima de uma
árvore e da árvore deram um salto para o chão. De repente, ouviram uns
passos de um gigante. Era o gigante Barba Rocha. Depois apareceu um
fumo, era um bom sinal, porque se podiam esconder nele. Quando
encontraram a porta, bastou um simples toque para a porta se abrir.
Quando abriram a porta ouviram lobos a uivar. Depois caiu um
pedregulho que fez tremer o chão. De repente, a Conchita caiu num
buraco com crocodilos de boca aberta para a comerem, mas a Ritinha
salvou - a. Encontraram uma porta mais pequena e abriram - na, mais
tarde viram uma ponte, passaram por cima dela, mas mal elas passaram a
ponte partiu - se e elas não podiam voltar para trás.
Entraram num corredor e os ratos pararam de roer admirados com a
menina e uma boneca que fala. A Ritinha começou a apalpar as paredes
porque estava escuro. Até que sentiu umas grades e gritou:
- Gonçalo está aí. Gonçalo estás a ouvir - me?
Ritinha destruiu as grades só com um dedo. Logo de lá saiu um dragão
que deitava labaredas de fogo pela boca. Ritinha pegou na mangueira
que estava mesmo ao seu lado e começou a deitar água para o dragão.
Então apareceu o gigante Barba Rocha. O dragão e o Barba Rocha foram
diminuindo de tamanho com a água que a Ritinha lhes atirava. O Barba
Rocha transformou - se num macaco muito pequeno e o dragão numa
lagartixa.
Agora o Gonçalo ficou a ser o dono do palácio do Buçaco. A Ritinha
quando acordou teve uma desagradável surpresa, fez chichi na cama.

Trabalho do Grupo do 2º ano: Beatriz, Rui, Bruno, Luísa e Nuno
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 21:50


valentia.jpg


Era uma vez uma menina chamada Ritinha, ela estava sempre doente, por
isso, dormia muitas vezes no quarto dos pais. As doenças dela acabavam
sempre em ite.
Um dia os pais resolveram fazer um quarto para ela.
Ela deitou-se de costas na cama e sonhou que a Conchita, a sua boneca,
veio falar com ela.
Elas voaram e a Conchita disse-lhe o Gonçalo estava preso no castelo
do Barba Roxa. A Ritinha disse:
- O meu herói não pode estar preso.
- O Gonçalo é meu não é teu herói - disse a Conchita.
Começaram a discutir e a Ritinha largou a mão da Conchita, então ela
ia cair, mas a Ritinha agarrou-a pela saia e continuaram a voar.
Elas espreitaram para um lado e não viram nada, espreitaram para o
outro e também não viram nada, depois, viram o palácio Barba Roxa. A
Ritinha desceu suavemente e poisou em cima de uma árvore, daí até ao
chão deram um salto. A Ritinha ouviu um ronco e esconderam-se atrás de
um arbusto. Andaram num labirinto até que a Ritinha viu uma passagem
secreta. Uma porta de madeira grande, a Ritinha tocou nela e ela
abriu-se. Caiu um pedregulho e os lobos começaram a uivar.
A Ritinha e a Conchita andaram sem medo nenhum. A Ritinha viu outra
porta, tocou-lhe e ela abriu-se, então elas andaram e a Conchita ia
cair num buraco que tinha crocodilos para a comerem viva e inteira,
mas a Ritinha agarrou-a. Continuaram a andar sem medo nenhum. A
Ritinha viu outra porta, tocou nela e ela desfez-se, os ratos pararam
de roer os queijos. Ritinha viu as grades e gritou:
-Gonçalo, é a Ritinha, Gonçalo estás aí?
A Ritinha tocou nas grades e elas partiram. Apareceu um dragão que
deitou fogo, a Ritinha corajosa pegou na mangueira que estava ao seu
lado e atirou água para o dragão. O gigante Barba Roxa apareceu e a
Ritinha continuou a deitar água. O gigante e o dragão diminuíram de
tamanho e desapareceram. A Ritinha tocou nas algemas do Gonçalo e elas
destruíram-se, o Gonçalo disse:
- Ritinha és a minha heroína!
Eles viveram felizes para sempre.
Quando a Ritinha acordou tinha feito chichi na cama.

Francisca 2º ano
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 21:49

Quarta-feira, 17 de Março de 2010

Era uma vez uma menina chamada Ritinha, ela sabia de cor as suas
doenças, todas acabavam em ite. As doenças eram: otite, sinusite,
faringite e laringite. A Ritinha acordava todas as noites, atingia os
42 graus de febre. A mãe disse à Ritinha que ia fazer um quarto para
ela. Quando o quarto ficou pronto a Ritinha, nessa noite, quis logo ir
para lá. Durante a noite a sua boneca foi ter com ela e disse:
- Vem comigo, quero mostrar - te uma coisa.
Depois saíram pela janela a voar. A Ritinha perguntou:
- Explica - me melhor essa história.
- O Gonçalo está preso no palácio do Buçaco pelo Barba Rocha. - Disse
a Conchita.
Começaram a voar o mais depressa possível. Aterraram em cima de uma
árvore e da árvore deram um salto para o chão. De repente, ouviram uns
passos de um gigante. Era o gigante Barba Rocha. Depois apareceu um
fumo, era um bom sinal, porque se podiam esconder nele. Quando
encontraram a porta, bastou um simples toque para a porta se abrir.
Quando abriram a porta ouviram lobos a uivar. Depois caiu um
pedregulho que fez tremer o chão. De repente, a Conchita caiu num
buraco com crocodilos de boca aberta para a comerem, mas a Ritinha
salvou - a. Encontraram uma porta mais pequena e abriram - na, mais
tarde viram uma ponte, passaram por cima dela, mas mal elas passaram a
ponte partiu - se e elas não podiam voltar para trás.
Entraram num corredor e os ratos pararam de roer admirados com a
menina e uma boneca que fala. A Ritinha começou a apalpar as paredes
porque estava escuro. Até que sentiu umas grades e gritou:
- Gonçalo está aí. Gonçalo estás a ouvir - me?
Ritinha destruiu as grades só com um dedo. Logo de lá saiu um dragão
que deitava labaredas de fogo pela boca. Ritinha pegou na mangueira
que estava mesmo ao seu lado e começou a deitar água para o dragão.
Então apareceu o gigante Barba Rocha. O dragão e o Barba Rocha foram
diminuindo de tamanho com a água que a Ritinha lhes atirava. O Barba
Rocha transformou - se num macaco muito pequeno e o dragão numa
lagartixa.
Agora o Gonçalo ficou a ser o dono do palácio do Buçaco. A Ritinha
quando acordou teve uma desagradável surpresa, fez chichi na cama.

Trabalho do Grupo do 2º ano: Beatriz, Rui, Bruno, Luísa e Nuno
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 21:25

Terça-feira, 16 de Março de 2010


 

 

No dia 16 de Março fomos à EB 2 3 das Taipas assistir à hora do conto na biblioteca desta escola.

Um grupo de alunos contou-nos a história "A Maria-Olhos-Grandes e o Zé Pimpão".

Também cantamos uma canção com o professor Zé Maria.

Adoramos este dia.

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 21:56

Sexta-feira, 12 de Março de 2010



A toupeira vê mal. Ela ouve bem. A toupeira vive debaixo da terra. A toupeira cava porque tem que comer. Ela come bichos. A cor da toupeira é preto ou cinzento. A cauda da toupeira é pequena. A toupeira é pequena.

 

Maria Martins Silva Marques, 1º ano turma 1B

 

maria.jpg

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 00:09


 
 
A toupeira vê mal.
Ela ouve muito bem.
A toupeira vive debaixo da terra.
Ela cava para ter comida.
A toupeira come bichos.
A toupeira é cinzenta.
Ela tem uma cauda pequena.
A toupeira é pequena.
 
Camila Marques Ferreira, 1º ano, turma 1B
 

camila.jpg

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 00:00

Quinta-feira, 11 de Março de 2010



A toupeira A toupeira vê mal. A toupeira ouve muito bem. A toupeira vive debaixo da terra. A toupeira cava para ter comida. Ela come bichos. O pelo dela é preto ou cinzento. A cauda dela é pequena. Ela é pequena.  

 

 

Beatriz Liliana Pereira Gouveia de Castro, 1º ano, turma 1B

Beatriz.JPG

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:58

Terça-feira, 09 de Março de 2010

salvar o ambiente.jpg


No dia vinte e nove de Janeiro de 2010, na nossa escola,
assistimos a uma palestra sobre os resíduos, apresentada pela doutora
Sandra do Amave (Associação de Municípios do Vale do Ave).
Nesta apresentação aprendemos como separar e tratar o lixo
para os ecopontos. Ficámos a conhecer os ciclos da reciclagem do
papel, do plástico, do metal, do vidro e das pilhas, bem como o local
onde podemos depositar electrodomésticos estragados, madeira e
mobiliário velho, lâmpadas, espelhos e vidro plano, bem como resíduos
verdes e orgânicos. Este local chama-se Ecocentro.
Os resíduos que não podem ir para os Ecopontos, nem para os
Ecocentros, vão para os Aterros Sanitários.
Durante a sessão, também ficámos a saber o tempo que alguns
resíduos demoram a desaparecer, ou seja, a serem decompostos pela
terra ou pelo mar e rios. Vimos até que alguns nunca desaparecem, o
que é muito mau para o meio ambiente.
No final, foi-nos explicado como fazer a compostagem orgânica
caseira, com restos de legumes e cascas de fruta (na qual não podemos
misturar nunca restos de comida).
Para concluir a nossa alegria, ainda fomos brindados com um
presente: um jogo do "Cocas" para cada um, para pôr à prova as nossas
competências no que se refere ao tratamento de resíduos e reciclagem.
Desta palestra, uma importante lição nos ficará para sempre,
depende de nós Salvar o Ambiente...
EB1 do Pinheiral
Ano: 3º; Turma: F/6
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 21:13

Domingo, 07 de Março de 2010


 

 

A turma H (8), 4º ano, da escola do Pinheiral, com a orientação da professora Ana Maria, participou no concurso ESCOL ALERTA.
 
Visionou o filme, efectuado pela turma, no ano transacto e os alunos demonstraram uma certa consternação, por nada ter sido feito relativamente à problemática – as barreiras arquitectónicas existentes na nossa escola, para que todas as crianças se possam sentir iguais.
Dialogou sobre as barreiras arquitectónicas existentes na escola e na própria vila das Taipas (passeios com escadas, carros estacionados nos passeios, falta de rampas em estabelecimentos de serviço público, etc.). Também dialogou sobre as barreiras sociais, isto é, a dificuldade que muitos deficientes têm em arranjar empregos, os maus tratos que muitos sofrem nas próprias famílias, a falta de verbas atribuídas pelo estado para que muitos se possam tratar, para poderem ter uma vida digna…
De seguida, cada aluno desenhou a situação que mais lhe tocou.
Todos os alunos participaram com muito entusiasmo nestes trabalhos.
A turma e a professora desejam que todas as pessoas sejam tratadas com dignidade e respeito e que o Amor mova o ser Humano.

 

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:26

Sexta-feira, 05 de Março de 2010


A professora Fernanda esteve na nossa escola.

Contou-nos a história "A sementinha" e mostrou-nos umas imagens muito bonitas no quadro interactivo. No final nós recontamos a história, pintamos e ordenamos as imagens da história.

 

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 11:17

Quinta-feira, 04 de Março de 2010

letria.jpg


José Jorge Letria nasceu em Cascais no dia de 8 de Junho no ano de 1951.
Estudou Direito e História na Universidade de Lisboa. Também estudou
jornalismo, foi político e cantor-autor. Gravou o seu primeiro disco
em 1969 intitulado «História de João Sem Esperança».
Participou em trabalhos de rádio e televisão.
De 1994 a 2002 foi Vereador da Cultura na Câmara Municipal de Cascais.
Como escritor tem publicado várias obras, mas é na área da poesia que
tem sido mais premiado.
Em 2000, publicou o seu primeiro romance «Um Amor Português».

Trabalho da turma do 3º ano E5
Professora Conceição Oliveira
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:24


vvvvvv.jpg


Escola do Pinheiral
Trabalho colectivo da turma 3º E5
Prof. Conceição Oliveira
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:22


DSC03399.JPG


No dia 3 de Março ouvimos a história do Alexandre Parafita "O lobo, a
cabaça e a velha".
A Maria e a sua mãe fizeram um teatro de fantoches.
Os alunos estiveram muito atentos e gostaram muito.
No final a Maria ofereceu um livro a cada aluno.
A mãe ofereceu-nos o "fantocheiro" para podermos dramatizar outras histórias.
publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 09:46

Quarta-feira, 03 de Março de 2010

  

 

publicado por EB1 do Pinheiral - Taipas às 23:58


contador 2
Free counter and web stats
Morada da escola

eb1dopinheiral@gmail.com

-

Escola do Pinheiral

Rua da Banda de Música

4805-091 Caldas das Taipas

-

-

-

-

-

Penedo da Moura

 -

-

-

-

 

Seguranet


 

Março 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
13

14
15
20

21
22
24
25
26
27

28
29
31


Últ. comentários
Que lindo que ficou !! devia de estar uma delicia ...
eo melhor poema que eu ja pesquisei parabens
Do Pai NatalOlá Catarina :)Parabéns ! Continua ass...
Está muito bonito!!! Tem criatividade a Margarida!...
Excelente projecto. Como diz o ditado " Mais vale ...
Olá, Leonor!Hoje ainda não te posso dar informaçõe...
POSSO SABER QUANDO É A APRESENTAÇÃO DOS ALUNOS DO ...
Posso saber quando é a apresentação dos meninos do...
Parabéns!!!! Participar em iniciativas diferentes ...
que giro o nosso setor de HGP a ensinar aos aluno...
Parabéns Filipa e Pedro aposto que leram muito bem...
Eu estive presente e foi realmente muito bonito!!!...
Que chique, com os seus alunos prontos a jogar fut...
Boa noite. A apresentação da peça de teatro será f...
Bela iniciativa esta de divulgação, bem como a da ...
Concordo com os seus alunos Professor Aquilino, é ...
5x6=306x7=427x8=568x9=72Francisca Silva 4J
professor Aquilino o vaso ficou um espectáculo, se...
Professor Aquilino o vaso ficou um espectáculo, se...
5x6=306x7=427x8=568x9=72
pesquisar
 
Visitantes
Locations of visitors to this page